Mostafa Anwar tem 50 anos e veio do Bangladesh para Lisboa para fazer um mestrado na Universidade Nova. Cientista e músico, apaixonou-se pelo fado e acrescentou-lhe instrumentos como a tanpura, sitar e harmónio indiano.